Congelado - "Resistência", de Owen Sheers


Leitura: 3 a 6 de Janeiro
Editor: Casa das Letras
Páginas: 320
Páginas lidas: 73
Sinopse: aquiTradução: Paulo Rêgo


Autor
Owen Sheers




Tiro opinativo em suspenso:
Não é que eu esteja desiludido, muito longe disto! Este livro é realmente magnífico em letras maiúsculas. Uma obra de riqueza literária, tipo prosa poética, que é para ler devagar, saboreando cada palavra. As descrições são pérolas que nos fazem visualizar cem por cento a realidade interna da história, tacteando todos os pormenores traçados nela. Acontece que é precisamente por isto que me está a custar tanto a avançar. O ritmo é excessivamente parado. As acções estão pinceladas em letras poéticas e repetitivas, como se avançassem em câmara lenta.

De momento, estou atolado em trabalho, quanto mais para me concentrar neste livro torna cansativo! Não é altura indicada para a explosão deste cartucho, assim será congelado para mais tarde ser descongelado, num dia em que eu estiver mais apto e disponível para este tipo de leitura.

4 comentários:

  1. Também sou assim, quando ando muito cansada ou com muito trabalho, não me consigo concentrar em certos livros... Nesses casos, é preferível adiar a leitura para alturas mais propícias, em que a cabecinha esteja mais fresca. Por vezes estragamos a experiência da leitura, quando a forçamos, eu que o diga :D
    Descongela lá algum levezito que te chame da estante...
    As minhas leituras estão quase nulas esta semana, mas espero compensar no fim-de-semana ;)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Foi um dos livros que me chamou a atenção o ano passado, numa feira do livro. Acabei por não o trazer para casa, mas ficou a vontade de um dia o ler.
    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  3. Por vezes acontece, a mim o ano passado aconteceu-me com "O Nome do Vento" apesar de todas as criticas que fui lendo sobre ele.
    Talvez por ter tido a minha dose de fantasia o ano passado, nao consegui passar das 100 paginas. ficou adidado (talvez para este ano)
    Um Abraço.
    Nuno Chaves

    ResponderEliminar
  4. Anónimo8/8/13

    A sombra do vento??? Nem o nome fixaste???????????

    ResponderEliminar